Estilo

Turbante

Faça a sua cabeça com as amarrações do momento

Por: Carolina Souza

O turbante traz história, arte, cultura e principalmente tradições. Chegou ao Brasil, dada à influência africana, torções que envolvem a cabeça e que compõem o traje das baianas, uma das principais figuras típicas do país. Na moda, em 1930 o estilista francês Paul Poiret, introduziu o acessório na alta costura fazendo a cabeça de várias mulheres sofisticadas e artistas, entre elas Simone de Beavouir e Greta Garbo. Logo depois foi a vez de Carmen Miranda popularizar o acessório no Brasil, a Pequena Notável com seus turbantes enormes e coloridos deram força e visibilidade para a cultura em geral. Já nos dias atuais os turbantes chegam às ruas com autonomia e personalidade para os mais variados looks street.

Descubra como usar:

  1. Faça um rabo de cavalo no topo da cabeça e envolva todo o tecido ao redor, assim dará mais volume e destaque na sua produção. Dica: malhas são as melhores opções para facilitar as amarrações.
  2. Lenços também entram no mood e ganham delírios às ruas. Laços e nós entrelaçados no topo da cabeça ou na lateral dão um charme especial. Fica uma graça!
  3. Uma outra aposta, são os turbantes com amarrações no meio da testa, eles dão personalidade e atitude. Invista nessa!

Agora você que adora volume: uma boa pedida é apostar nos turbantes já “prontos” com estruturas de arames ao redor. Você consegue modelar de várias formas com a facilidade de modelos ousados e irreverentes.

O turbante se repaginou e ganhou várias maneiras cool e antenada aos looks da temporada. Brinque com as possibilidades.

Aposte na trendy você também. Aqui o mood é arriscar!!

– Reprodução da Internet

Inscreva-se na Newsletter do site da Cleo