Atitude
A sede de justiça de Ana, o Anjo de Alagoas

A sede de justiça de Ana, o Anjo de Alagoas

Entre lutar contra um cruel fazendeiro e se render à paixão, a matadora Ana foi mais uma das mulheres fortes interpretadas por Cleo.

Em 2012, Cleo deu vida a Ana Maria, o Anjo de Alagoas na série As Brasileiras; mais uma personagem pra lista de mulheres fortes interpretadas pela atriz. O 19º episódio da série, que teve direção de Tizuka Yamasaki, conta a história de Ana, uma justiceira que desbrava o sertão alagoano para cumprir suas missões como matadora de aluguel.

Sempre acompanhada de sua tia Clotilde (interpretada por Carla Daniel), Ana é conhecida como Anjo de Alagoas, pois veste-se de cangaceira e recebe suas missões em uma igreja, através de um confessionário, na cidade de Piranhas. A trama do episódio se inicia quando Ana recebe a missão de fazer justiça contra José Honório (interpretado por José Rubens Chachá), um poderoso e cruel coronel.

Cleo em As Brasileiras
(Reprodução internet)

Na difícil tarefa de adentrar na região controlada pelo fazendeiro, e trabalhando como rendeira durante o dia para não ser reconhecida, a matadora cruza o caminho de dois capangas, Alma Penada (Julio Adrião) e Zé Sereno (Bruno Gagliasso), afilhado de Honório com quem acaba desenvolvendo uma relação.

Ana é uma mulher forte e guerreira. Representa a coragem das mulheres por ser uma justiceira que sozinha luta contra as crueldades do sertão. Para interpretá-la, Cleo precisou fazer aulas para manusear armas de fogo, aulas de equitação e também aprender a renda de bilro, uma das atividades realizadas pela personagem. “Quando o Daniel Filho [diretor geral da série] me falou que era para eu fazer o papel de uma matadora, eu disse que era tudo que eu queria. A Ana tem uma carga dramática muito forte e unir isso ao papel de ação foi perfeito”, contou Cleo ao portal GShow. Confira o Making Of do episódio.

Além da missão de acabar com a vida de José Honório, o encontro com o afilhado Zé Sereno, e o relacionamento que passaram a desenvolver, também envolveu o público. Sereno acolheu Ana e sua tia em sua própria casa, ao lado da mansão do Coronel. Dividida entre fazer justiça e concluir sua missão e o afeto que teve pelo rapaz, Ana se encontrou na tarefa mais difícil de sua vida. Ficou com saudades? Confira abaixo nossa galeria de imagens.

Inscreva-se na Newsletter do site da Cleo