Estilo

Melasma, você tem? Sabe o que é?

Cleo fala como se previne dessas manchas marrons no pele

“Descobri que eu tinha melasma há uns três ou quatro anos atrás. Eu lembro que fiquei desesperada”, diz Cleo.

Com certeza você ao saber que tinha melasma também ficou ansiosa e assustada, mas calma, cuidados básicos já ajudam a amenizar, e quem sabe fazer desaparecer as temidas manchas. Segundo Dr. Janaína, nossa colaboradora, melasma são manchas acastanhadas, simétricas geralmente, que ocorrem na face na maioria das vezes. Acomete muito mais mulheres do que homens, e está relacionado ao uso de anticoncepcional oral e gestações. Apresenta ainda forte componente genético. É uma mancha cuja origem é a disfunção do hormônio progesterona.

O sol é apenas o estimulo ao melanócito (células da pele que produzem melanina, o pigmento depositado erroneamente identificado como “manchas”) incapaz de provocar alterações deste tipo por si só, então o filtro solar apenas evita que um dos sintomas da disfunção hormonal apareça. Tratar a disfunção hormonal com a retirada da pílula e também, com progesterona bioidentica em um gel de nanossomas (aqui podemos contar com a nanotecnologia) é fundamental.

“Não fuja do sol. Use-o com sabedoria a favor de sua saúde total. Nada de tratamento domiciliar pode ser recomendado neste caso pois as manchas são bem profundas e devem ser tratadas primordialmente de dentro para fora”, pontua.

No consultório médico podem ser prescritos despigmentantes de uso domiciliar ou peelings, sempre olhando caso a caso antes. E não vai adiantar fugir do sol sem se tratar, pois na primeira exposição solar, volta tudo. Para Cleo o mais complicado são os cuidados diários que o melasma necessita, um ritual de proteção, o qual antes ela nem ligava, somente lavava o rosto de manhã e passara um protetor básico e um hidratante. No vídeo ela fala um pouco do que usa pra se proteger das manchas, porque não custa passar um protetor, tendo ou não melasma. Confere.

Inscreva-se na Newsletter do site da Cleo