Estilo
Conforto cool

Conforto cool

Seja laicra ou moletom, faça moda com o universo gym

Foi-se o tempo em que separávamos as roupas entre as de sair, as de malhar, e as de ficar em casa. Toda hora é hora para brincarmos com a moda, não existe ocasião certa para isso. O que não quer dizer, também, que devemos ir de salto alto para academia. O conceito é outro: não podemos desperdiçar oportunidades para nos agradar e nos sentir bem. São duas as maneiras pelas quais nos sentimos satisfeitos com nosso estilo: quando o visual de acordo com a nossa personalidade, e quando não abrimos mão do nosso conforto. Por muito tempo pode ser que você tenha pensado que para você estar na moda, deveria abandonar as calças confortáveis ou os tênis tão práticos no dia a dia. Mas por que não unir o descolado com esse universo da praticidade?

Conforto cool

Desde o normcore no começo dos anos 2000, com o resgate das peças esportivas para a passarela, o medo das calças de ginástica, por exemplo, deu espaço para a ansiedade por fazer moda com peças tão simples (e baratas!). O moletom é uma peça que todo mundo já teve guardado no fundo da gaveta para aquele dia de frio, mas o tecido trouxe todo o conforto possível para as passarelas de uma forma muito cool. Já falamos um pouco desse resgate aqui no #SiteCleo (Relembre!).

Como podemos ver no look da Cleo (acima), a combinação básica de tshirt + moletom + tênis em uma vibe despreocupada que não perde em informação de moda. Isso porque, apesar de peças populares, foram trabalhadas em texturas, cores e geometrias. O contraste intencional do branco com o preto em todas as peças da combinação já denota uma vibe oldschool, que com a flanela xadrez relembra os looks grunges da moda street dos anos 90. A substituição do comum jeans rasgado da época para um moletom branco é uma opção de puro conforto, mas a geometria com as tiras pretas laterais garante a unidade do look. Se vai apostar numa combinação simples e confortável, garanta sua personalidade através do detalhe. É nas estampas, cores e texturas que você vai conseguir transmitir quem é.

Conforto cool
Reprodução: internet

Agora, outra tendência ainda mais confortável tem tomado as ruas de uma forma ainda mais despreocupada: o mix do gym com o street é o reflexo da correria dos anos 2000. Nem sempre é possível sair da academia e se trocar para outro compromisso, mas é possível jogar um bom casaco por cima disso tudo e compor um look bem rápido e descontraído. A modelo Kendall Jenner é referência nessa tentência fast fashion, e bomba nas redes sociais misturando o universo fitness com a moda. Afinal, ela consegue fazer moda com que mais se vê distante das passarelas: a calça de laicra.

Se o moletom sofreu certa resistência para ser considerado cool, mas hoje é o queridinho dos looks saudosistas dos anos 90, assim como o jeans já foi visto com maus olhos nos primórdios das pautas de moda, não há dúvida que a moda gym e os tecidos de ginásticas passarão a cada vez mais serem abordados e retrabalhados por esse universo. O espaço é democrático e é preciso fazer roupa para o consumidor comum: aquele que está no dia a dia trabalhando, estudando, indo à academia, e quer consumir moda.

Tudo é uma questão de conforto: consigo mesma, com a roupa que veste, e com a imagem que quer passar. No fim, qual o tecido veste é um mero detalhe se você conseguir transforma-lo com a sua identidade. A moda passou por um momento muito interessante no começo desses anos 2010, pois se viu muito mais aberta a experimentações. O street style, as roupas que vemos nas ruas em pessoas comuns, levou tempo para estar nas revistas de moda, mas hoje é uma forma válida de se ver a moda. Inclusive, falaremos dele mais pra frente.

Por hora, pense duas vezes quando for pegar aquela calça de ginástica e hesitar por pensar no que os outros vão pensar. O adequado é o seu bem-estar. Mas não se acomode em apatia. Solte o cabelo, combine alguns acessórios e vá dominar as ruas (e a sua moda!).

Inscreva-se na Newsletter do site da Cleo