Estilo
A tendência do high low

A tendência do high low

Do simples ao chic, saiba como apostar na união entre praticidade e elegância

Pense em: Rihanna durante a semana de moda nova-iorquina em setembro passado, usando um twinset amarelo de maxi saia longa e retilínea básica com nó na cintura. O look polêmico assinado por Oscar de la Renta ganhou certo aval, já que a cantora é conhecida pelo fashionismo habituado a propagar tendências mundo a fora.

O que poucos sabem é que a produção não é atual. Em 1994 a Vogue americana estampou um editorial com Claudia Schiffer usando o mesmo truque de styling. Peças aparentemente simples e baratas contrastando com outras de maior opulência e valor.

O look cool chic de Rihanna já aparecia 22 anos antes nas páginas da Vogue.

O high-low, termo usado para esse mix entre o simples e o chic, ganhou status há muito tempo. Com o inicio das fast fashion e fim da fidelidade de marca, a galera começou a expandir a mente e fazer disso uma base para criar um estilo pessoal e único, já que a proposta te possibilita fazer inúmeras combinações que vão do dia a dia ao red carpets.

Em 2010 por exemplo, a coisa deslanchou com os sites de street style e a onda esportiva na moda que segue firme e forte até hoje. Pegando carona, o comfort wear é uma forma bacana de fazer o high-low funcionar sem parecer óbvio ou forçado. Por isso, listamos 5 passos de como aderir a ideia e multiplicar looks.

 

  1. Alfaiataria x tênis: Não é necessário esperar algum evento bacana ou reunião pra poder usar aquele blazer incrível bem cortado, por isso a dica é usá-lo com tênis com pegada esportiva e vestido leve.

 

  1. Moletom/sport x salto: Um bom exemplo da produção é o look da Cleo, que faz um mix de referências e atitude. O moletom deixou de ser aquela peça preguiçosa e invadiu os guarda-roupas das descoladas que o usam com salto alto, transparência e jaquetas pesadas.

 

  1. Couro x seda: A moda é um vai e vem constante de tendências, e nesse jogo entra o vestido de seda com alças finas e caimento leve como nos anos 2000. Aqui a ideia é dar uma pincelada de rocker ao que é ultra feminino.

 

  1. Paetê x jeans: Esqueça que brilho é algo unicamente festivo e noturno. Ele deixou de ser tabu faz tempo e nada melhor que compor com jeans e usar durante o dia. Um forma bacana de encarar é com camisa jeans e saia de paetê que criara um efeito casual.

 

  1. Camiseta x look de gala: A camiseta branca é item obrigatório em qualquer guarda-roupa, tanto que como na dica 4 ela entra aqui pela versatilidade. E nessa mistura vale ousar bastante, como Kristen Stewart no festival de Cannes em 2016 ou como Amber Heard também no tapete vermelho do evento de cinema.

 

O que chamamos de High Low e já foi chamado de casual chic nada mais é do que a mistura entre o refinado e o esportivo, o que traz glamour com o que há de mais versátil para o nosso dia a dia. Por isso, vale cair de cabeça nessa tendência. E pra quem ainda tem dúvidas, nas redes sociais da Cleo tem muito conteúdo relevante sobre o assunto. Vale se inspirar e copiar looks high-low que são certeiros em questão de atitude e praticidade. Enjoy!

Colaboração de Aparecido Araújo

Inscreva-se na Newsletter do site da Cleo